Na década de 70, Lidio Carraro se destacou como um dos líderes da implantação das vitis viníferas na Serra Gaúcha, sendo um dos pioneiros no cultivo da variedade Merlot. A partir dos anos 90, iniciou uma busca obsessiva por encontrar e desenvolver melhores vinhedos motivado pelo amor pela viticultura e pela vontade de um dia reconhecer nos vinhos todo o trabalho dedicado às videiras.
Ainda na década de 90, Juliano Carraro ingressa na faculdade de enologia e sua vontade de elaborar vinhos contagia toda a família. Em 1998, após vários estudos, Lidio converte sete hectares no Vale dos Vinhedos para uvas da melhor qualidade e inicia a criação de sua adega. Neste mesmo ano, Monica Rossetti, então técnica em Viticultura e Enologia, integra-se ao projeto da Lidio Carraro, respondendo como enóloga responsável e recebendo a missão de agregar conhecimento e traduzir nos vinhos a busca pela excelência.

Não há produtos para este departamento.